Fogo em Brasilia

Por: Paulo Albuquerque

24/05/2017 - 17:18h

O Fora Temer ganhou contornos excepcionais nesta quarta (24). Os manifestantes decidiram levar o movimento ao extremo. Lembrei 2013. Uma das diferenças agora é que o foco é Brasília, justamente a sede do poder político do Brasil. Em 2013 a confusão foi espalhada pelas principais capitais, especialmente São Paulo e Rio de Janeiro e o leque de broncas do povo era bem maior. Agora, não. Agora o foco é menor…

…A gente ouve de pessoas preocupadas com a situação vergonhosa por que passa o Brasil nos dias atuais que todo movimento de insatisfação deve acontecer mesmo em Brasília, porque é de lá que escorre este esgoto que empesteia vida brasileira. Eu concordo. Certos estão os manifestantes…

…E a ordem estabelecida pelos manifestantes, pelo se viu, era incendiar prédios públicos em nome dos movimentos Fora Temer e Eleições Diretas…

…Já no final da tarde o Ministro da Defesa Raul Jungman anunciou que tropas federais foram chamadas por ordem do Presidente Temer. Para recuperar a ordem…

…Uma vez em 2013 escrevi aqui nesta coluna que não se operam mudanças drástricas apenas na prosa; não no Brasil, onde as instituições se contaminaram pela corrupção, pelo enriquecimento ilícito, pela troca de favores, pelos golpes e contra golpes de quem só olha para o próprio umbigo deixando o povo na mão…

…Eu, sinceramente, continuo achando que o Brasil só vai ter futuro bom se fizer um corte profundo na carne, para fazer sangrar toda podridão que está neste corpo. A sociedade, de alguma forma, sabe que chegou o momento, porque todos os poderosos estão expostos, na lama das investigações. Os principais nomes da política nacional foram pegos com a mão na massa. Dentre nós, quem conseguiu ficar consciente neste momento grave, percebeu que não há inocentes entre os líderes que comandam o Brasil, nem nos que estão agora no comando, nem nos que estavam…

…Eu continuo achando que a revolução é inevitável. Não acredito mais em comunhão de líderes em nome da transição. Não penso em eleição direta como solução para o momento (embora esta pareça ser a única alternativa democrática de que dispomos). O parlamento está feito barata tonta; muitos rancores e interesses divergentes. Eu duvido que os deputados consigam encaminhar uma solução, embora devesse, pois eles são o povo na nossa democracia representativa…

…Estou entre os que não lamentam a postura do povo. Dizer que é baderna, apenas, é simplificar demais o contexto. O povo está roubado, sem emprego, sem saúde, sem perspectiva e sofre com a crise; crise esta, inclusive, que não criada por ele, o povo. Os privilegiados precisam sentir o medo. O movimento precisa seguir. E que vá até onde for necessário.

 

18992 1439750623_828827_1439769786_album_normal Protesto-17-06

Busca rapida:

“Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Jornal Cocktail”