Ansiedade causada pela crise financeira

Por: Moyses Chaves

17/05/2016 - 20:09h

Estamos vivendo em um momento conturbado na economia brasileira. São empresas falindo, patrões demitindo empregado resultando no aumento do desemprego. A palavra desemprego gera um grave transtorno: a Ansiedade, na qual afeta donos de estabelecimentos e seus contratados, pois as duas classes saem perdendo. E as principais preocupações da perda do emprego são: Como vou colocar comida na mesa? Como vou pagar minhas contas ? Tais questionamentos geram uma preocupação excessiva que começa a atrapalhar nossa saúde emocional. Perdemos o sono, ficamos irritado por qualquer coisa, descontamos nossa preocupação em comidas e isso atrapalha muito nosso rendimento no dia posterior. E tudo isso se resume em ANSIEDADE. Mas como vou saber se isso que estou passando é ansiedade ? Veja alguns sintomas:

– Ansiedade ou preocupação excessiva
– Inquietação ou Sensação de estar com os nervos à flor da pele
– Cansaço aumentado
– Dificuldade para concentrar
– Irritabilidade
– Tensão muscular principalmente no pescoço
– Perturbação do sono

A ansiedade é um dos transtornos psiquiátricos mais comuns do mundo. Ela pode ser considerada normal ou uma doença desde que ocorra uma desproporção dos sintomas e aumentando sua frequência, duração, intensidade e interferências no cotidiano.
Sabemos que a crise financeira promove uma ansiedade muito grande nos trabalhadores. Dessa forma, precisamos refletir em que proporção a ansiedade está prejudicando a nossa vida. Nunca é tarde para buscar ajuda para resolver tal transtorno.

 

saúde emocional

Busca rapida:

“Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Jornal Cocktail”